NOTÍCIAS

Postado em 30 de Novembro às 15h31

DIA DO SÍNDICO

Dia do Síndico: cargo apresenta desafios e exige qualificação profissional
Além disto, ser organizado, comunicativo e bem relacionado compõem o perfil ideal de síndico.
Já passou o tempo em que a função de síndico era vista apenas como uma ocupação extra de um dos moradores de um condomínio. Seja residencial ou comercial, vertical ou horizontal, todo condomínio necessita de um síndico e, hoje, isto é considerado uma profissão. Neste 30 de novembro, quando é celebrado o Dia do Síndico, saiba quais são os principais desafios que o cargo apresenta e de que forma vencê-los.
O ponto que mais merece destaque é a capacitação. O Sindicato da Habitação do Sul de Santa Catarina (Secovi Sul/SC) regulariza, fiscaliza e orienta síndicos e empresas administradoras de condomínio. O presidente da entidade, Helmeson Cesar Machado, afirma que, hoje em dia, é praticamente impossível desempenhar o papel de síndico sem as devidas capacitações.
“O maior desafio do síndico é profissionalizar a mão de obra dele. O síndico lida com problemas diariamente, seja relacionado com pessoas ou problemas técnicos e até mesmo as questões burocráticas. Saber lidar e resolver esses conflitos da vida em condomínio é bastante complicado, por isso a importância de se qualificar para desempenhar essa função”, destaca Machado.
Periodicamente, o Secovi oferece cursos voltados para síndicos e administradoras de condomínio, isto nas mais diversas áreas, como fiscal, tributária, de legislação, solução de conflitos, entre outras. Para 2019, o objetivo é disponibilizar de oito a dez cursos para estes profissionais ao longo do ano.


Perfil do síndico

O presidente do Secovi Sul/SC também lembra que “apesar da função ainda ser vista por algumas pessoas como uma obrigação ou apenas uma ocupação extra e fácil, trata-se de uma profissão como qualquer outra, inclusive bastante árdua e, infelizmente, mal remunerada”. A seguir, Machado ressalta o que é importante considerar na hora de se candidatar ou eleger alguém para a vaga:

- Ter ou se comprometer a fazer cursos de capacitação na área;

- Entender de finanças, serviços contábeis e legislação;

- Ser comunicativo e ter boa fala, principalmente por conta das reuniões;

- Ser extremamente organizado;

- Ter boa relação com os demais moradores e/ou condôminos;

- Saber lidar e solucionar conflitos.

Veja também

Secovi questiona cobrança de ISS por cartórios de Criciúma10/10/16 Entidade entende que cobrança repassada à população é indevida e pedido de informações foi enviado à justiça Uma denúncia em trâmite na Corregedoria do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) leva à tona uma recente cobrança incluída aos serviços cartorários em Criciúma. O......

Voltar para NOTÍCIAS